Home Tutorials Fertilização por CO2 para Uso na Alimentação das Plantas Aquáticas

Fertilização por CO2 para Uso na Alimentação das Plantas Aquáticas

por Aquario de Peixes

Um dos hobbies que considero mais gostoso é o aquariofilismo, pois além de distrair e relaxar nós conseguimos com muito trabalho e dedicação criar um pequeno ecossistema onde reina uma paz e tranqüilidade que se espalha por todo o ambiente. É um dos fatores que contribuem para que esse ecossistema se mantenha estável e belo e termos plantas exuberantes. Para que isso seja possível é necessário alguns cuidados, dentre eles uma boa fertilização com CO2.

O seguinte texto é um relato de minha experiência com a utilização de CO2 produzido de forma barata e colocado em prática em meu aquário há pouco mais de 1 mês.Dentre os vários nutrientes que as plantas necessitam o gás carbônico (CO2) é o principal, pois ele é responsável pela formação dos tecidos das plantas.

Durante o dia, na presença da luz as plantas absorvem O2(respiração) e CO2(Fotossíntese); no processo de respiração elas absorvem O2 e liberam CO2, no processo de fotossíntese elas absorvem CO2 e liberam O2, sendo o consumo de CO2 bem maior que o de O2, assim esses dois gases devem estar em concentrações o suficiente para manterem as plantas em bom estado.

O oxigênio é encontrado em concentrações normalmente suficientes para as plantas, que durante o processo de fotossíntese liberam muito mais oxigênio do que consomem em seu processo de respiração, sendo assim o gás que deve ser inserido no aquário é o CO2. A concentração ideal de CO2 vai depender da quantidade de plantas e iluminação do seu aquário, não adianta iniciar um processo de fertilização por CO2 se a iluminação do aquário for insuficiente.

Fertilização por CO2:
Todo o sistema que se encontra no mercado é muito caro, e para um aquariofilista sem muitos recursos financeiros fica difícil adquirir tal sistema. O que vai ser apresentado é um sistema caseiro e de custo baixíssimo.

Alguns meses atrás navegando pela internet encontrei o site http://www.thekrib.com/ onde havia farta documentação sobre um sistema chamado DIY, ao ler esta documentação o meu interesse por fertilização por CO2 voltou, e decidi tentar.

O sistema DIY consiste em produzir o CO2 através da fermentação do açúcar, processo esse que é extremamente simples, e não requer qualquer tipo de equipamento sofisticado ou caro; o que passo a fazer agora é uma descrição da minha experiência.

Lista de material necessário:
1 garrafa de plástico vazia de refrigerante de 2 litros com a tampa
1 garrafa de plástico vazia de refrigerante de 600 ml com a tampa
2 xícaras de açúcar (branco ou preto)
Um pequeno pedaço de Fermento biológico para pão (Ex.: Meio tablete de fermento 7.5g)
Mangueira necessária (eu usei 2 metros)

Com um prego quente faça um furo na tampa da garrafa de 2 litros, e dois furos na tampa da garrafa de 600ml. Na garrafa de 2 litros coloque o açúcar e o fermento dissolvido em um litro de água morna , complete com água até 10 cm da boca da garrafa, tampe a garrafa e coloque a mangueira pelo furo ( 1cm mais ou menos). Se for necessário coloque um pouco de cola quente para vedar o furo.

A mangueira deve entrar no primeiro furo da tampa da segunda garrafa e ir até o fundo da mesma. Coloque no outro furo uma mangueira que não deve entrar mais que 2cm. Coloque na segunda garrafa um pouco de água, o suficiente para cobrir uns 5 cm do tubo que vai até o fundo. A mangueira que entra no segundo furo deverá ir até o aquário, e se conectar á torre bomba submersa propiciando que o CO2 seja misturado a água do aquário.

A segunda garrafa tem dois objetivos evitar que uma possível espuma que venha a se formar na primeira garrafa caia no aquário, e possibilitar a contagem das borbulhas. Algumas pessoas utilizam para dissolver o CO2 uma pedra porosa, e controlam a dosagem de CO2 pela profundidade da pedra dentro do aquário.

A garrafa que contém a solução deve ser trocada antes que o CO2 pare de ser produzido, ou diminua muito, por isso a necessidade de se controlar o borbulha na segunda garrafa. Esse cuidado e importante para se evitar variações maiores de PH. Estou trocando a minha a cada duas semanas.

Um controle mais preciso do CO2 pode ser feito cruzando o PH com o KH(dureza carbonata) seguindo a tabela abaixo. O efeito do CO2 sobre o PH se deve a produção em pequena quantidade do acido carbônico. Deve-se tomar cuidado pois a variação do PH em função do acido carbônico e do KH e rápida, e variações acima de 0,5 em intervalos inferiores a 10 horas são prejudiciais aos peixes. Recomendo que se não tiver muita experiência em controlar o PH do aquário tenha cuidado ao inserir o CO2.

Cuidados:
Nunca mantenha uma garrafa contendo a mistura totalmente tampada pois ela pode explodir, seguindo o esquema acima não existe esse perigo já que o gás tem por onde escapar.

Ao iniciar a fertilização com o CO2 há uma baixa significativa do PH, para que isso não seja prejudicial aos peixes, deve-se começar a introdução do CO2 bem lentamente. Estou conseguindo isso colocando uma válvula divisora na mangueira e deixando um pouco do CO2 vazar para a atmosfera nos dois primeiros, dias depois fecho totalmente essa válvula.

Os resultados até o momento têm sido muito bons, tenho percebido uma melhora geral dos aspectos das plantas, e não senti nenhum tipo de reação adversa nos peixes do meu aquário.

Conclusão:
O custo total ficou em torno de R$5,00 mostrando que não é necessário equipamentos sofisticados para se ter um aquário bonito. O que realmente é necessário é um pouquinho de trabalho e criatividade. A experiência acima descrita não é criação minha e não acredito que tenha um autor único, ela é fruto da procura de soluções baratas de inúmeros aquariofilistas pelo mundo inteiro, que amam a aquariofilia e tem pouco dinheiro no bolso. O mais importante é a constante troca de experiências para que possamos chegar a soluções ótimas para nossos aquários.

Agradecimentos, a todos os aquariofilistas pelo mundo inteiro, pela sua incessante procura por opções baratas para aquários maravilhosos.

[ad]

(Criado e Enviado por: Celestino Duarte Junior)

Related Posts

2 Comentarios

sylvia September 1, 2009 - 10:55 am

Olá,
para um aquário de 300 litros essa opção é suficiente ?

Responder
gustavo leite December 13, 2009 - 10:20 pm

eu uso esse metodo caseiro co2 , o problema e que perde muito gas no primeiro dias , coloquei um registro para segurar a presao mais a garrafa nao aguenta , estou usando uma panela de pressao
com registro de 6mm mangueira 6mm alta pressao durol 6 messes , o fermento em tablete forte da padaria de 500 gramas e melhor dura o dobro…

Responder

Deixe seu comentario